Falar de que?

11 Ago

Já fiz minha entrada dramática (Rachel me representa), com um post bem cheio de confusão sentimental, agora estou livre para realmente apresentar o objetivo (se é que consegui definir um) desse cantinho.

Certa vez, li uma mensagem que me tocou, era algo mais ou menos assim: “Morreu de que? De palavras sufocadas na garganta”. E gente, se existe uma coisa da qual eu me recuso a sofrer, é de “morrer” por não falar. Claro que nem tudo deve ganhar a forma de palavras ditas, mas tem coisas que não dá para segurar. Seja um sentimento, ou uma opinião, uma (ou muitas) novidades de beauté, e até aquelas ideias meio nonsense…. você simplesmente sente que PRE-CI-SA passar adiante.

Como boa tagarela que sou, PRE-CI-SO compartilhar muitas coisas, às vezes, até mais do que minhas cordas vocais suportam (ou os ouvidos dos outros).  Então, para garantir que não sucumba às palavras presas na garganta, decidi criar este espaço, mais com a minha cara e com muitas, muitas palavras. Por quanto tempo ou com que frequência será atualizado, não sei, apenas espero que interesse para vocês, como para mim.

*Imagens do We Heart It

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: